Pela contramão

Buscava sempre a direção contrária das coisas. Enquanto todo mundo queria curtição ela queria algo sério. Se todo mundo ia para esquerda seu desejo era pegar a direita. Queria frio enquanto ansiavam pelo calor. Pensava em dançar, mas todo mundo queria dormir.
Estava sempre na contramão. Gostava de quem não gostava dela. Escolhia a forma errada de dizer o que sentia. Quando ela queria, ele não podia. Vivia na intensidade. Não gostava do comum, do fácil e do comodismo. Corria sempre para o outro lado e quanto mais corria mais se distanciava do que talvez fosse o normal. O fato é que não gostava de nada igual e isso também incluía ele.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s