x_33a1397f_large

New Year’s Eve: the history

20111231-105105.jpg O relógio marcava meia noite quando em algum lugar do mundo um homem já com seus quase cinquenta anos se ajoelhou em frente a uma bela jovem. Em suas mãos uma caixinha de veludo vinho denunciava o pedido que vinha em seguida “Que no ano que começa agora possa viver todos os dias com você.Quer casar comigo?”
Em meio ao barulho das vozes, fogos de artifícios e estouros de champagne e jovem ainda surpresa e com lágrimas nos olhos respondeu “Sim, por todos os anos da minha vida.Sim!”
O plano dos dois era muito simples.Passar o resto da vida juntos.um plano que qualquer um do seu círculo de amigos acharia perfeitamente realizável.Todos os consideravam excelentes amigos, amantes e almas gêmeas, destinados a ficarem juntos.Mas por acaso, um dia o destino havia mesquinhamente mudado de idéia.
Um ano se passou. A jovem que um tempo atrás passou a carregar no dedo anular a aliança dourada, já não carregava mais. A emoção do pedido evaporou e a promessa do sim foi embora no dia que descobriu que o moço a quem prometeu passar todos os anos da sua vida, já tinha feito o mesmo pedido e compartilhado da mesma emoção,com outra pessoa anos antes dela. E tudo o que restava era um conjunto de lembranças embaralhadas e a imagem de um rosto que se tornava mais e mais indefinida a cada dia que passava.
Olhou para o relógio, faltava apenas um minuto para a meia noite. A lembrança do pedido ainda torturava sua mente mas tinha aprendido a duras penas ser mais forte que aquilo. Meia noite. Pessoas cantavam, algumas choravam de emoção. Fogos de artifício coloriam o céu e rolhas de champagne estouravam avisando: um novo ano chegou.
Sozinha, fechou os olhos e prometeu a si mesma: ” “Eu comecei minha faxina. Tudo o que não serve mais (sentimentos, momentos, pessoas) eu coloquei dentro de uma caixa e joguei fora, esse ano eu faço sol e lembro de celebrar muito mais.Daqui pra frente sou eu que escrevo o pretexto, o prefácio e o refrão. Serei essência e muito mais…”

… E foi assim que eu aprendi a celebrar todos os novos anos …

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s