Keep my eyes above the waves

A little over four months to return to Brazil (or not) and I’m desperate ! I feel like I have not ready to jump onto some mighty waves before the ocean reaches optimal summer temperature.

And I’m nervous.

And I’m not ready.

So instead I worry. I worry about taking the wrong step, hopping onto the wrong wave, feet failing. Sinking. Sinking into the great unknown. Where there are probably sharks.

One of the things I learned during those months away from home is about my faith.

My faith is like my arm muscles. They don’t become strong unless I put them to use. My faith isn’t going to get stronger if I’m sitting in the safety of the boat. My faith becomes stronger when I actually listen to the call to get out of the boat and step onto the waters.

My prayer today is:

Father,
You didn’t let Peter drown. I know you won’t let me either. Your grace abounds in deepest waters. Your sovereign hand will be my guide. Where feet may fail and fear surround me. You’ve never failed. And you won’t stop now. Help me choose not to waste a single hour of my life worrying about the mystery of my life, because it’s not a mystery to you. My great unknown is your great known. So lead me. Call me out from the boat and onto the waters. Wherever that may be. Whatever the temperature. (Preferably with Flipper not Jaws.) Spirit lead me where my trust is without borders. Let me walk upon the waters. Wherever you would call me. Take me deeper than my feet could ever wander. And my faith will be made stronger. In the presence of my Savior
Your child,
Polly.

 

—–

Um pouco mais de quatro meses para voltar ao Brasil (ou não) e eu estou desesperada !

Eu me sinto como se eu não tivesse pronta para saltar para algumas poderosas ondas antes do oceano atingir a temperatura ideal de verão.

E eu estou nervosa . E eu não estou pronta .

Então, eu me preocupo . Eu me preocupo em dar o passo errado pulando para a onda errada e meus pés falharem . Afundando. Afundando no grande desconhecido. Onde há provavelmente tubarões.

Uma das coisas que aprendi durante esses meses longe de casa é sobre a minha fé. Minha fé é como meus músculos do braço. Eles não podem se tornar forte a menos que eu coloque-os para uso. Minha fé não vai ficar mais forte se eu estou sentado na segurança do barco. Minha fé se torna mais forte quando eu realmente ouvir a chamada para sair do barco e passo para as águas.

Minha oração hoje é:

Pai,
Você não deixou Pedro se afogar. Eu sei que você não vai me deixar também. Sua graça é abundante em águas mais profundas . Sua mão soberana será o meu guia. Onde meus pés podem falhar e o medo me cercam . Você nunca falhou. E você não vai falharagora. Ajude-me a não perder uma única hora da minha vida se preocupando com o mistério da minha vida, porque não é um mistério para você . Minha grande incógnita é o seu grande conhecido. Então leve-me . Chame-me para fora do barco e sobre as águas. Onde quer que seja. Seja qual for a temperatura . (De preferência com golfinhos e não tubarões). Espírito me leve onde a minha confiança é sem fronteiras. Deixe-me andar sobre as águas . Onde quer que você  me leve, leve-me mais profundo do que os meus pés jamais poderia vagar . E a minha fé será fortalecida . Na presença do meu Salvador
Sua filha,

Polly .

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s