Estamos indo de volta pra casa

Ainda não me dei conta que estou indo para casa. Isso não vai acontecer agora, eu sei.

Vai acontecer apenas quando eu estiver decolando naquele avião e quando eu tiver abraçando minha família, meus amigos.

Vai acontecer quando eu estiver desfazendo as malas, entregando os presentes, decorando o quarto novo. Cozinhando para os amigos e voltando a receber ligações no meu celular.

Vai acontecer quando eu acordar cedo para trabalhar, quando sentar novamente na mesa do escritório e voltar a fazer o que amo.

Vai acontecer quando eu enfrentar o metrô lotado, quando eu encarar o corredor do supermercado e não encontrar mais Oreo por preço de banana. Quando não tiver mais Primark para as compras baratas e Tesco na esquina de casa.

As mudanças serão muitas. São dois anos fora, os amigos tem vidas diferentes, a família também mudou. Eu mudei.

Nos dois anos de vida e mochila na Europa me fizeram uma pessoa diferente. Volto ao Brasil feliz por ter vivenciado tanta coisa, conhecido tanta gente, viajado por mais de 8 países. Carrego comigo algumas rugas dos quase 32 anos, uma pouco menos de cabelo e uma bagagem pesada de conhecimento.

Triste por deixar para atrás pessoas que viraram minha família, lugares que me abraçaram como parte deles e uma país que me adotou por inteira. Na Inglaterra ficarão memórias de dias inesquecíveis, nem sempre fáceis. Dias lindo de sol, muitos de chuva. Dias de maratona de programas de televisão britânico, dias de neve até o tornozelo. Dias de comida congelada do Tesco, dias de sessão Masterchef nas cozinha das casas que dividi com pessoas do mundo todo.

Na pele levo cravada uma coroa, pra vida inteira ter comigo cada momento que vivi aqui. Minha mãe vai chiar, meu pai vai odiar, minhas irmãs vão ignorar e eu eu? Eu acho isso uma lindeza só.

Em 20 dias o ciclo se fecha. Vem os dias chatos de colocar tudo nas malas de novo, de dizer adeus aos amigos que ficam, de mudar o cabelo de novo! De enfrentar a chatisse de check in de aeroporto, de correr para não perder as conexões e as intermináveis horas de voo.

Em 20 dias um novo ciclo do recomeço se inicia. Eu, finalmente, tô indo de volta pra casa.

Não tenho medo, pode vir que tô pronta.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s